DOSSIER

 

10 de dezembro 2012

O canteiro de Obras

O MPLA como partido que dirige a nação e que continuar nessa posição, tem como ponto de realce no seu bilhete de identidade um Canteiro de Obras realizadas em todo o País.

De facto, desde 2008, após ter formado o governo que obteve uma maioria confortável nas eleições, o País transformou-se num verdadeiro canteiro de obras, com empreendimentos estruturantes em todas as direcções e nos mais váriados pontos de Angola. Foram rasgadas novas estradas, recuperaramse infra-estruturas destruídas pela guerra, ergueram-se novas pontes, construiram-se escolas, hospitais, novas instituições, enfim, em todos os sectores da vida do País algo novo foi feito.

É com este cenário de um governo empreendedor que o Partido dos Camaradas pretende se apresentar às eleições de 2012, fazendo valer a máxima de que ele não é uma promessa mas sim uma realidade, mas só é possível descansar se o cidadão eleitor julgar positivamente as suas acções. Não estará, de certeza, isenta de erros, o que é natural sobretudo quando se quer trabalhar, quando se quer transformar em tão pouco tempo o muito que foi destruído. E a realidade que ninguém pode ignorar, é essa mesma: Angola está diferente, está a mudar para melhor porque aquí levou-se a sério a máxima de se transformar o País num verdadeiro Canteiro de Obras. E isso reconhece a Sociedade, no seu todo, os partidos políticos, quer o da situação como os da oposição. Quem vencer o pleito eleitoral de 2012 não pode seguir outro rumo senão e de dar continuidade a esse crescimento que hoje é reconhecido mundialmente.